As Cabanas que você mais respeita!

Hoje estou aqui para divulgar um trabalho sensacional que encontrei pela internet e me senti na obrigação de divulgar a você, meu queridos leitores. Uma das coisas que me faz continuar na internet é a livre circulação de informação e a disseminação de conteúdos. Apesar da maioria das pessoas serem um tanto quanto preguiçosas, a internet possibilita uma vasta gama de conhecimentos, enfim, vamos ao post!

Das brincadeiras mais legais que me lembro na infância, uma delas sem dúvidas era construir cabanas. Sem dúvida meu sonho quando moleque era poder ter uma casa na árvore! Havia um desenho onde o personagem, não recordo qual era o desenho mas me recordo que ele fazia desejos batendo na luva de beisebol. Esse personagem tinha uma cabana de madeira, ou melhor, uma casa na árvore. Eu achava isso demais.

Na época eu me contentava em criar cabanas de tecido mesmo, com lençol, toalhas, panos, travesseiros e o que mais pudesse dar sustentação. É uma fase talvez, parece que a molecada começa a andar e já tem essa ideia de fazer cabana. Aí faz aquela bagunça, espalha tudo pela casa, suja os lençóis.

Agora a brincadeira da cabana ficou muito mais fácil e divertida, sem precisar estragar os lençóis da mamãe! Encontre na internet um site que faz cabanas, chama Vovó Designer, você pode conferir algumas fotos das cabaninhas abaixo.

Muito legal né? E sabe o que é o mais legal de tudo a respeito da cabana de tecido infantil Vovó Designer? É que elas são feitas na medida e cabem até em ambientes menores como apartamentos. Como elas são muito bem feitas (o acabamento é muito legal, a costura é perfeita!) dá pra usar até mesmo na sala como decoração, além da criança brincar ali, por perto dos pais, fica um item de decoração interessante e pode ser integrado a diversos ambientes.

Pelo que eu conversei com eles, existe a possibilidade de encomendar seu próprio modelo, mas depende de algumas questões como a estampa do tecido, tamanho, etc. Em alguns casos não vale a pena fazer. Existem também quem procura por tendas e ocas, onde a disposição das madeiras são ligeiramente diferentes.

Pra concluir, eles aceitam encomendas, basta entrar em contato via e-mail ou Whatsapp. Assista o vídeo das cabanas e se divirta!

Dicas Para Contratar um Personal Trainer

personal trainer dicas para contratar

Hoje falaremos sobre um assunto interessante, darei algumas dicas das vantagens de contratar um personal trainer para sua rotina de exercícios.

Lembre-se que o trabalho do personal trainer não se restringe apenas à academias, hoje em dia existem muitos profissionais capacitados para desempenhar diversos tipos de treinos, de acordo com as necessidades dos clientes.

Então vamos lá!

O que você deve observar para contratar um personal trainer

Para ter segurança na hora de contratar um personal da melhor forma possível a primeira dica não poderia deixar de ser a seguinte: contrate alguém formado na área! Parece besteira mais esse tipo de coisa gerou uma forte repercussão no ano passado, quando diversas blogueiras, a mais famosa delas, Gabi Pugliese, passaram a oferecer consultorias de dieta e treino.

É claro que os profissionais da área ficaram bastante revoltados. É um ponto importantíssimo que você deve observar. No momento em que entrar em contato com o personal, pergunte aonde ele se formou, o curriculum completo dele completo.

personal auxiliandoOutra dica é não contratar o treinador pela aparência. O personal tem por obrigação se cuidar e aplicar a ele mesmo tudo aquilo que ele preconiza para os seus clientes. Porém, ele não tem a obrigação de ter um corpo perfeito ou ser um super atleta, mas é muito importante que ele coloque em prática o que ele passa aos aluno.

Entenda, não ser um atleta, não exime o profissional da responsabilidade de cuidar da sua imagem perante aos alunos, qualquer personal que não aparentar saúde irá gerar desconfiança nas pessoas.

Observe a postura do profissional, a conduta dele na academia, como ele trata os clientes, se ele é focado no treinamento, se ele se dispersa com facilidade, conversa demais com os clientes, etc. Quando está na hora de treinamento, nada é mais importante para o personal do que o cliente, ele precisa de dedicação exclusiva.

Personal trainer que fica atendendo o celular, com conversas paralelas na academia, durante o traino, não estão comprometidos de fato com seus alunos.

personal anotandoOutro ponto interessante, desconfie de profissionais que não anotem nada. Não levam fichas para anotar
as cargas, não acompanham o seu progresso de cargas e exercícios, não trabalha com métricas para mensurar os resultados do treinamento. Dessa forma fica a impressão que o personal não tem um treino específico para cada cliente, resolve em cima da hora qual exercício vai passar, ninguém tem uma memória tão boa a ponto de lembrar o treino de dezenas de clientes.

Até porque a progressão de cargas é um fator muito importante para quem busca melhorar e as medidas do cliente e peso também são fundamentais para acompanhar os resultados do treino, para caso seja necessário, mudar e buscar outras alternativas.

Por último, não espere que o personal possua todas as respostas pelas quais você está procurando. Os resultados não são fator exclusivo do trabalho do personal, é necessário que o aluno esteja interessado, motivado e empenhado em melhorar e atingir seus objetivos.

Se o cliente não colaborar, não existem milagres, infelizmente haverá uma decepção das duas partes. Por isso e de vital importância que você siga as instruções do personal trainer, ponha em prática uma rotina não apenas na academia, mas fora dela também, lembrando que o que pesa mais para os resultados são seus hábitos fora da academia, como alimentação e sono.

personal motivando

Não esqueça que o personal tem outros alunos e ele sabe onde as coisas não se encaixam, não adianta mentir e falar que está seguindo todas as orientações mas não está obtendo resultados, se houver sinceridade ele provavelmente encontrará alguma alternativa para tornar as coisas menos difíceis, porque fácil realmente não é.

Dessa forma você constrói uma relação saudável com o seu personal.

Para mais informações sobre os benefícios de contratar um profissional, entre em contato. Para quem deseja encontrar alguém para ajudá-lo em seu objetivos, você encontrará uma vasta gama de profissionais especializados, separados por categorias e especialidades aqui: Personal Trainer Londrina.

Protele tudo e seja feliz!

Getting_Things_Done

Um dos maiores defeitos que uma pessoa pode ter é protelar ações. Diariamente, problemas e mais problemas surgem, alguns aparentemente simples, mas que exigem uma solução – seja ela grande ou pequena, mas exige.

O mesmo se dá para as oportunidades. Por vezes, algumas delas passam diante dos nossos olhos e chega a ser engraçado o descaso que fazemos delas, sejam elas uma proposta de emprego, uma ideia interessante – que sequer colocamos no papel, um pedido de parceria, whatever.

Eu tenho essa mania. Sou péssimo para protelar as coisas, costumo deixar tudo “para amanhã” ou pra cima da hora. E o pior que nem é por comodismo: minha mente tem o péssimo hábito de achar que vou conseguir completar a minha tarefa aos 45 min do segundo tempo. Bizarro isso.

Sem querer, essa minha mania acaba refletindo nas minhas tarefas: vide o Pimenta sem atualizações constantes, os meus projetos na gaveta – e eu sem meter a mão na massa alegando falta de tempo e as tarefas do dia-a-dia que vou deixando passar para fazer depois (tirar a poeira do quarto por exemplo).

Sim, coisas relativamente simples e que tomam pouco tempo. Ah, mas a nossa mente… Cria uma dificuldade tremenda para aquilo, uma barreira do tamanho de um prédio de 300 andares, e fazer aquilo torna-se algo maçante, ou então, tão simples que é até idiotice perder tempo para completar a tarefa.

Isso é péssimo, principalmente para um blogueiro. Não, não é pelo fato de deixar de atualizar o blog, mas sim por perder o timing de determinados assuntos que poderiam fazer a diferença, sejam eles um serviço novo, uma descoberta interessante, um conhecimento compartilhado. E quando perde-se o timing, já era, o assunto já está batido demais para ser postado.

Vou dar um exemplo prático para vocês: uso a blip.fm já há um tempinho. Fui um dos primeiros brazucas a entrar por lá – digo, dessa leva. Os blips eram na sua imensa maioria em inglês, inclusive, blipava em inglês também, o que era bem legal.

Havia pensado em postar sobre o quanto é legal estar por lá, mas protelei. Tipo, “ah, depois posto”… E aí, o Brasil descobriu o blip, e falar sobre este serviço já se tornou algo obsoleto, é como chover no molhado.

Antes, ter mais de 50 ou 100 ouvintes era um mérito! Caramba, ver aquela estrelinha ao lado do seu avatar fazia bem para o ego, era feito para poucos. Porém, com a ploriferação do serviço… Agora é algo normal, simples, sem graça. Isso é fatídico. O foco acaba saíndo de quem tem a estrela para quem não tem.

O mesmo foi com alguns macetes que descobri para o WordPress. Caramba, tenho tantos posts na gaveta, e só falta ânimo para colocá-los aqui!

Não é a primeira vez que passo por esta dificuldade em postar. No último ano, isso se tornou algo constante, e eu fui protelando, protelando… e hoje, tenho um certo arrependimento por não postar freqüentemente, por não responder aos e-mails e comentários, e por não comentar em outros blogs, pelo simples fato de… achar que nunca tenho tempo. Por falar nisso, em um dos posts que fiz antigamente sobre esta minha dificuldade, um dos leitores daqui do Pimenta sugeriu que eu lesse o Getting Things Done e fosse feliz. Beleza, comecei a ler, mas parei nas primeiras páginas, alegando falta de… tempo. Chega a ser engraçado, para não dizer bizarro, estas armadilhas que uma mente contaminada pelo “amanhã eu faço” é capaz de fazer.

Tenho várias idéias – algumas delas bem interessantes – para pôr em prática. Uma delas é voltar a ser o Juarez de antigamente, postar pra caramba aqui, me divertir como sempre, comentar em outros blogs… Enfim, voltar a adotar a política da boa vizinhança. Pretendo colocar esta ideia em prática imediatamente, e voltar a sentir aquela falta tremenda quando ficava 1 dia sem postar por aqui.

Para finalizar, fica o meu conselho: não protele nada, nunca. Tenha sempre o hábito de concluir as suas pendências, por mais simples que elas possam parecer, sejam elas um post, uma tarefa, ou mesmo uma saída para tomar um ar.

Uma mente habituada à ação é muito mais sadia que uma mente habituada à reação  – e sim, é uma pieguice necessária. :)